A moda das corridas

Há duas alturas no ano em que sentimos um ímpeto inexplicável de treinarmos como se fossemos atletas olímpicos: no início de Janeiro quando os excessos alimentares da época natalícia fazem do (re)início da prática desportiva uma das principais resoluções de ano novo, e quando a temperatura sobe em meados de Maio e já podemos ir à praia no fim-de-semana seguinte.

 

Estima-se que em 2012 existia cerca de meio milhão de corredores amadores, 100.000 destes em Lisboa. E o número não pára de aumentar. Desengane-se se pensa que hoje em dia se corre mais porque já não há orçamento para a mensalidade do ginásio; há inclusivamente ginásios que têm aulas de grupo dedicadas à corrida no exterior.

 

NYC Marathon

 

Estes novos corredores são indivíduos, homens e mulheres, com uma situação financeira estável. E isso reflecte-se no equipamento que adquirem, desde as sapatilhas/ténis de cento e tal euros aos iPhones para registar o percurso, há artigos para todos os gostos e funções (pescoceira, camel bag, meias compressoras, e por aí fora…).

 

São inúmeras as oportunidades de negócio, directas ou indirectas, que surgem com esta nova moda. As mais óbvias são para as marcas de equipamento e gadgets desportivos. Mas também existem muitas outras:

  • ginásios e piscinas. Correr por si só já não basta. Para preparar uma maratona é preciso complementar com exercícios musculares específicos;
  • clínicas de fisioterapia. São muitos os corredores mas também são muitos os que não o fazem da maneira correcta e as lesões surgem várias vezes ao ano;
  • agências de viagem. A cada prova que se termina há sempre um novo desafio que se define. Participar nas maratonas de Boston, Nova York, Chicago, Berlim ou Londres é certamente um deles;
  • empresas de brindes. Cada prova tem sempre a oferta de saco-mochila e de t-shirt técnica. Mas as provas de maior dimensão chegam a ser autênticas feiras de brindes;
  • desenvolvimento de sites de corrida, fotógrafos, publicações desportivas, organização de eventos, etc

 

Não deixe passar o comboio das corridas e faça negócio já hoje. A moda das corridas, como todas as outras, não dura para sempre.

 

art025 - soak-running-team

Leave a Reply