Geração Y – os primeiros internautas

Segundo os especialistas William Strauss e Neil Howe, a Geração Y, também referida como Geração Net, é um conceito em Sociologia que se refere aos indivíduos nascidos entre 1977 e 1990.

 

Com uma capacidade de consumo de mais de 61 biliões de euros por ano, o conhecimento do mercado europeu de jovens adolescentes é fundamental para as estratégias de vendas e a sua relevância irá manter-se no futuro.

 

Esta é a maior geração desde os Baby Boomers e têm um maior impacto social e económico do que os seus antecessores. Definem-se por:

• serem etnica e racialmente diferentes;

• serem extremamente independentes devido a situações de divórcio, famílias monoparentais e à revolução tecnológica que acompanhou o seu crescimento

• se sentirem com poder, graças a pais muito complacentes, o que lhes dá um maior sentimento de segurança e optimismo em relação ao futuro. Os seus pais da Geração Baby Boom, não querendo repetir o abandono das gerações anteriores, encheram-nos de presentes, atenções e actividades, desenvolvendo assim a sua auto-estima. São pessoas activas, habituadas ao multi-tasking e muito ambiciosas.

 art016 - Geracao-Y

No trabalho estes indivíduos são caracterizados por uma mente aberta e uma grande criatividade, trabalham melhor em equipa, anseiam por flexibilidade de horário e mobilidade, necessitam de feedback constantemente, querem ascender rapidamente e esperam reconhecimento instantâneo do seu trabalho. Ao contrário das gerações anteriores, estes arriscam e dizem o que pensam pois não têm medo de perder a estabilidade.

 

Esta geração desenvolveu-se numa época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade económica. Este público, exigente e ávido por inovações, ao contrário das gerações anteriores, considera o uso do telemóvel, por exemplo, indispensável e com múltiplas finalidades para além de telefonar.

 

Leave a Reply